21 de junho de 2016

"Acertos" políticos


Para ser seu vice-presidente, a candidata Dilma Rousseff convidou Michel Temer. São aqueles acertos políticos, na base do  'eu-te-dou se tu-me-der'  conhecidos no meio deles.

Como Dilma se escora no discurso populista-socialista, vale a pena saber que foi escolhido para o cargo um digno representante da elite nacional.

 
Em que Temer já se meteu, sem contar a Operação LavaJato, que está incluindo grande parte dos políticos

1 - Operação Castelo de Areia - investiga corrupção dentro da construtora Camargo Correa.  Michel Temer  tem seu nome citado 21 vezes, nas  listas apreendidas da contabilidade paralela da empresa. Temer, naturalmente,  nega qualquer envolvimento.

2 -  Operação Caixa de Pandora  - investiga o Mensalão do DEM (seu partido político no Distrito Federal).   Temer também foi citado como beneficiário. Temer, naturalmente, nega qualquer envolvimento e  ameaça processar quem envolveu seu nome no escândalo.



"A vida pública cobra seu preço a todos que a trilham. Infelizmente, vivi hoje o pior dia de toda minha trajetória política. Acusações vis e infames foram assacadas contra meu nome, maior patrimônio que construí com trabalho e afinco durante décadas."   -   Temer, que hoje se tornou nosso presidente interino, após Dilma ser afastada por impeachment,  ao refutar as acusações referentes à operação Castelo de Areia.

Temer também cobrou explicações da Polícia Federal quanto a informações divulgadas de que o órgão teria meios para convencer o PMDB a escolher outro nome como candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo PT.

Temer, apesar de estar incluído em diversas operações continua solto e hoje é nosso presidente .
 
 
 
Ver também um blog totalmente "dedicado" à nossa PresidentA afastada:
 

17 de janeiro de 2013

14 de julho de 2010

Dilma, a ex-estudante do colégio "CION", em palavras

INDICE DO BLOG 

Para escolher o que ler primeiro, clique aqui
 
 
O QUE FALA A CANDIDATA À PRESIDÊNCIA

  • “Nós estamos aqui dano início à campanha em São Paulo. E não podia estarmos no melhor lugar. A poucos metros daqui São Paulo cumeçô. E num cumeçô em torno de um lugar qualquer, cumeçô em torno de um colégio”.  Dilma em seu discurso em São Paulo como candidata à Presidência da República.
 
  • No dia 07/04 deste ano, Dilma Rousseff deu entrevista à rádio Itatiaia, de Belo Horizonte.    Disse ao repórter as mesmas coisas de sempre. Ao invés de comentar sobre seu possível governo, falou sobre o governo de L.I., com fartos elogios e criticou Serra, junto com FHC, como se fossem uma única pessoa. Provavelmente, Dilma acredita que José Serra sofre de um problema, já seu conhecido, e seja um mero penduricalho de FHC.   Quando o repórter perguntou se estava namorando, ela lamentou e disse: “Infelimente, não”. Depois, ao falar sobre políticas para aposentados, falou que está indo “celeremente para a terceira idade”.   Será que Dilma quis dizer "aceleradamente"? Pode ter tido a intenção de dizer velozmente, é verdade ... !

  • “Nós temos uma profunda convicção. O Brasil vai precisar de coalizão para ser governado. Seja quem seja, que chegue à presidência da República, ele é complexo demais, diversificado demais e tem uma realidade política que exigirá coalizões”. - Palavras de Dilma Rousseff
  • “Na minha humildade, né, no meu chinelo da minha humildade, eu gostaria muito de ver o Neymar e o Ganso. Porque eu acho que 11 entre 10 brasileiros gostariam. Porque deu alegria ao futebol. Porque, a gente… Eu vi. Cê veja, eu já vi. Parei de vê, voltei a vê. E acho que o Neymar e o Ganso têm essa capacidade. Fazê a gente olhá.. Porque é uma coisa que, né, mexe com a gente. Tem esse lado brincalhão e alegre.”   -  Ao falar 11 entre 10 brasileiros. certamente a candidata tentou ser engraçada ou algo parecido. Mas nem isso conseguiu, pois a imagem que vem passando é de quem acredita que existem 11 entre 10 brasileiros.
Tem mais. MUITO MAIS!



13 de julho de 2010

INFORMAÇÃO DO COLÉGIO SANTA DOROTÉIA - Ex SION / BHZ


Motivo do interesse pela vida escolar de Dilma Rousseff,
VÍDEO sobre a mentira do currículo,
informação do Colégio Santa Dorotéia, cronologia
E AS DÚVIDAS QUE FICARAM

1 - Porque o interesse pela vida escolar de Dilma Rousseff, se temos um presidente
que nem terminou o primeiro grau:

  •  No currículo de Dilma,  constava Mestrado e Doutorado em Economia, o que foi provado ser mentira.  No vídeo abaixo, a então ministra tenta justificar a informação enganosa de seu currículo, com  mil explicações sobre o que estudou ou deixou de estudarMas o fato é ser a informação uma mentira.

  • Um candidato à Presidência precisa ser confiável e, para isso, deve aos eleitores a sinceridade, a honestidade sobre sua vida.

  • Dilma Rousseff, embora tenha cursado faculdade, comete erros vergonhosos ao falar e demonstra pouca instrução.   Isso é inaceitável a quem diz ter estudado durante nove anos no Colégio SION, um colégio respeitável - ao menos até hoje -  de onde todos os seus alunos saem falando e escrevendo de forma decente. 

  • Caso a candidata não tivesse mentido sobre o mestrado/dourado, nem ocorreria a dúvida sobre ter cursado um tão respeitável colégio.

2 - VÍDEO - Dilma tenta explicar a mentira de seu currículo, falando sobre o que estudou ou deixou de estudar, sobre a falta de tempo, blá, blá, blá.  Mas não tem como negar que o seu currículo era mentiroso.




3 - NÃO CONSEGUI AS INFORMAÇÕES SOLICITADOS
SION DE SÃO PAULO - Primeiro, me comuniquei com o SION de São Paulo para obter seu email e do Santa Dorotéia.  Recebi, como informação uma biografia retirada do UOL (?), como eles mesmos disseram.  Para justificar o linguajar errado de uma possível ex-aluna, disseram não se responsabilizar por alunos que trocam de escola a toda hora, porém  Dilma teria estudado lá durante NOVE LONGOS ANOS.

Depois de emails sem resposta, telefonei hoje para o COLÉGIO SANTA DOROTÉIA (ex-SION de Belo Horizonte) .  Afirmaram que Dilma estudou lá, mas  informaram não ter como comprovar , embora tenham os documentos, por ser  'antiético'.

Aleguei que a informação não pode ser considerada sigilosa, pois Dilma é MULHER PÚBLICA e esta confirmação nos é devida. De acordo com o rapaz que atendeu a ligação, não é a primeira vez que os procuram para obter esta informação.


4 - CRONOLOGIA da vida estudantil de Dilma

1952
Ingressa na pré-escola no colégio Isabela Hendrix.



1955
Aos 7 anos, Dilma é matriculada na 1ª série do Colégio Nossa Senhora de Sion, em Belo Horizonte.1964.  Aos 16 anos, presta concurso e começa no Colégio Estadual Central (hoje Escola Estadual Governador Milton Campos), na 1ª série do curso clássico de "Ciências Sociais".
*
1967
Faz vestibular e começa na Face (Faculdade de Ciências Econômicas) da UFMG.



1974
Entra para a faculdade de Ciências Econômicas, na UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).
  

1977
Forma-se em economia na UFRGS.



1978
Decide fazer pós-graduação no Instituto de Economia da Unicamp, em Campinas (SP).  Fica matriculada no curso de pós-graduação (nível mestrado) em Ciências Econômicas da Unicamp de março de 1978 a julho de 1983. Nesse período, cumpre os créditos exigidos pelo programa, mas não apresenta a dissertação necessária para obter o grau de mestre.


1979
Cumpre os créditos do mestrado na Unicamp, em Campinas (SP) .



1998
Matricula-se em um doutorado na Unicamp em ciências sociais aplicadas (a universidade permite o ingresso no doutorado mesmo sem ter concluído o mestrado). Cursa o doutorado até dezembro de 1999 cumprindo todos os créditos obrigatórios, mas não defende tese.


5  - As dúvidas que ficaram:

- A faculdade em que Dilma estudou se sentiu à vontade para desmentir seu currículo mentiroso.  Então, se é verdade, porque o Colégio Santa Dorotéia não pode documentar que a candidata estudou lá?

- Não temos, nós eleitores, o direito de nos informar sobre a veracidade das informaçóes dos candidatos à Presidência da República, que apresentaram antes dados mentirosos?

- Afinal, Dilma está mentindo ou o SION não é o Colégio de tão alto gabarito como sempre pensamos que era?


12 de julho de 2010